20 janeiro 2009

Portugal, Espanha e os Professores

1. Em Portugal, temos um Governo que calunia os professores, maltrata, insulta e passa para a opinião pública a ideia falsa de que os professores trabalham pouco e faltam muito.
2. Quando os professores são agredidos - e é raro o dia em que não há um professor vítima de agressão física - o Governo fica em silêncio.
3. Quando os professores se levantam numa luta prolongada pela defesa da sua dignidade, o Governo ameaça com a repressão e invoca a mão pesada da Lei e do aparelho repressivo do Estado.
4. Aqui ao lado, na Província da Extremadura, o Governo Autonómo faz passar anúncios na televisão e na rádio a valorizar os professores e a enaltecer o seu trabalho. Veja aqui o vídeo.
5. Alguém consegue explicar o desdém que os governantes e alguns dirigentes do PS manifestam contra os professores? O que se passa na cabeça dessa gente para insultarem e maltratarem um grupo profissional que desempenha uma das missões mais necessárias à sociedade e ao país?
6. Que traumas esses dirigentes do PS e governantes têm para humilharem e insultarem todo um grupo profissional que tem como missão transmitir a herança cultural às novas gerações?

Países tão próximos e realidades tão diferentes? O que está errado nós ou eles? E pensar que foram estes mesmos professores que formaram tão altíssimas individualidades políticas!

2 comentários:

the death is king disse...

Pois aí é que está se calhar um dos problemas... Formaram tão altíssimas individualidades, os que foram formados. Os que têm o diploma tirado a um domingo à tarde, se calhar é de desconfiar (:

Von_Croy disse...

Caro Paulinho friend, eu sou apologista do e-learning. Pra mim vai ser o futuro. Muito mais vantajoso.. ehe ehe